sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Família & Cia

Hoje resolvi falar da minha casa, das pessoas e seres que convivem comigo. Convivência é uma situação complicada muitas vezes. Porque ninguém é obrigado a entender os outros o tempo todo, porque você acorda uns dias com o ovo virado, porque a(o) filha(o) está doente, porque o gato subiu no telhado, porque está chovendo ou porque as contas não dão sossego.

Mas família tem momentos mágicos. Como por exemplo, quando a filha vem contar que arranhou o rosto na escola porque estava sentada "aqui", com o amigo "aqui" e a tia "ali" e o lápis passou sem querer. E a gente fica tentando imaginar a cena pra entender os "aquis" e "alis". E esse exercício de imaginação é divertido.

Na semana passada, Malu teve um febrão. Eu não sou o tipo de mãe desesperada que sai correndo e liga pro médico ou leva pro pronto-socorro. Ok. Eu sou uma mãe até zen demais. Mas Malu não fica doente nunca. Acontece que, quando fica, é de um jeito que dá dó. Ela teve febrão de quase 40 e ficou molinha, com os olhos caídos... e eu velando o sono dela, dando remédio... Em três dias tudo estava resolvido e ela ótima de novo. Eu, fiquei com umas 7 rugas a mais, as olheiras clássicas e muuuuuuuitos fios de cabelo branco. Mas valeu. Quem ama cuida. Quem AMA CUIDA!

Além da Malu, ainda tenho os filhos do coração. Meus gatos e minha jabuti. Esses me dão alegria todos os dias porque é muito engraçado ver a Olga correndo do Marcio (ela é apavorada) ou o Guto brincando com a cauda do Preto e ele puto da vida  super chateado. Rico tentando subir no sofá e errando o salto (ele é gooooordo). E Anabela, a criatura jurássica, batendo o casco na parede quando eu faço barulho e ela quer dormir. E engana-se quem acha que jabuti não faz nada, que não é divertido. Vou contar pra vocês a última da Anabela aqui em casa...

No final do mês, levamos o cocô da Anabela pra fazer exame. E lá estava a giárdia! Uma meleca... Todos entramos no remédio. Humanos e não-humanos. Agora.. alguém aí sabe como dar remédio para um jabuti? Sabe? Então... vou explicar direitinho...

Passo número 1: Pegue o quelônio, coloque uma toalha em volta dele ou vai ganhar vários arranhões... Sente-se e prenda a criatura, na posição vertical, entre suas pernas. Nesse momento ela, obviamente, vai colocar a cabeça dentro do casco.

Passo número 2: Para que o animal coloque a cabeça para fora, você deve cutucar o fiofó. Não o seu. O dele! E ele coloca a cabeça pra fora pra ver o que está rolando (se é amor ou só sacanagem). Aí você tenta pegar a cabeça com a mesma mão que estava cutucando o fiofó, antes que ele coloque a cabeça dentro do casco de novo. Pegou a cabeça?

Passo número 3: Agora antes que ele decepe o seu dedo, tentando esconder a cabeça novamente, tente com a outra mão abrir a trava, digo, a boca da criatura. Nesse momento ela vai tentar tirar a sua mão de qualquer jeito, com as patas da frente. Mais alguns arranhões para enfeitar... Recomece todo o processo do início.

Passo número 4: Cutuque o fiofó, corra com a mão pra segurar a cabeça. Segure a dor pelo dedo prensado. Force com a seringa do remédio a boca da criatura. Ela vai colocar a cabeça para dentro de novo...

Passo número 5: Cutuque o fíofó... Nesse momento, ele já percebeu que o estupro é inevitável e mesmo que você buline o bicho por horas ELE NÃO COLOCA MAIS A CABEÇA PARA FORA!

Passo número 6: Pare de bulinar (mesmo que ela esteja gostando). Espere até que ela resolva ver o que aconteceu e coloque a cabeça para fora do casco. Pegue a cabeça da criatura de novo. Rápido. Tente de novo abrir sua boca... Repita os passos 4 e 5.

Depois de umas 1487 tentativas, o ser jurássico poderá dar um bocejo. Nessa hora, você espreme a seringa dentro da boca da jabuti e bingo! ELA JOGA TODO O REMÉDIO PARA FORA PELO NARIZ!

Recomece o processo do início...

Então, vai dizer que não é divertido? Hehehehehehe.

E aí vão algumas fotos da galera!








Beijos dessa criatura aqui que é louca por seus bebês e bom final de semana para todos!!


11 comentários:

  1. adorei! bom ter notícias da turma daí! beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Oi Aninha!! E como estão os seus bebês? Beijocas!

    ResponderExcluir
  3. Amei a história do remédio, to gargalhando sozinha em casa!!!! eheheheheeheh...

    só uma perguntinha... quantos dias de remédio ou é dose unica?!

    ResponderExcluir
  4. QUe legal ..que Family linda!!Isso se chama felicidade!!! rsrs adorei
    bjos RÊ da Rê rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Pois é Ana Paula... esqueci de escrever isso... FORAM 7 DIAS DE REMÉDIO!!! Hehehehehehe. Mega diversão!

    ResponderExcluir
  6. Ah Rê! Sou muito feliz com os meus bebês, de verdade!

    ResponderExcluir
  7. É de morrer a rir este post!!! Grande família!!!!

    Bjnh

    ResponderExcluir
  8. Hehehehe! Que bom que você gostou!

    ResponderExcluir
  9. Me rachei de rir com essa historia... a minha tbm tah com vermes... mas nao to achando nenhum vet aqui que atenda ela... que remedio vc deu? to preocupada pois minha filha tbm ñ esta bem

    ResponderExcluir
  10. Mew ri demais com essa historia... estou preocupada cm minha jabuti mas ñ to achando nehum vet pra atender ela aq onde moro... que remedio vc deu pra ela?

    ResponderExcluir